Comunidade de Vida

Podemos definir a Comunidade de Vida como sendo o centro de toda a comunidade, pois é a Comunidade de Vida que anima todas as outras realidades no carisma. A aliança, os amigos e também os amigos da Misercórdia. Na Comunidade de Vida somos chamados a viver a experiência radical do amor eterno de Deus, segundo a inspiração dada pelo Senhor à Comunidade, seu carisma. A Comunidade de Vida é o meio pelo qual nos unimos mais intensamente ao Senhor numa vida de entrega e de identificação com Ele, renunciando a nós mesmos para assumirmos a sua missão e seu estilo de vida, perdendo a vida para ganhá-la em abundância ( Cf. Lc 14, 25-27) ( AT 4, 32-37) colocando tudo em comum, renunciando a posses de bens materiais, de projetos, planos e expectativas pessoais para seguí-lo de maneira incondicional e sem reservas.

Na Comunidade de Vida somos levados a uma intensidade de vida que passa pela oferta como realização de nossa vida interior. Por isso, o nosso chamado pede de nós que invistamos tudo:  vida, capacidades, tempo, bens, potencialidades e futuro em seguimento incondicional ao Senhor Jesus no Espírito de pobreza, obediência e castidade de acordo com o carisma da Comunidade Filhos Amados do Céu e, na forma de vaidade cada um: celibatários, solteiros, casados, sacerdotes e diáconos e seminaristas. Na Comunidade de Vida nossa felicidade não está nas coisas que o mundo pode nos oferecer, mas unicamente no exercício de fazer a vontade de Deus. Os membros da Comunidade de Vida assumem um chamado de dedicação a oração, vida comunitária e serviço na obra. Os membros da Comunidade de Vida vivem em casas comunitárias partilhando dos seus dons e bens matérias, tudo colocado a serviço uns dos outros para o crescimento da comunidade. Na vida comunitária ninguém é dono de nada, somos administradores dos bens espirituais, e é na forma de vida que o Senhor nos inspirou para que construamos uma vida comunitária onde todos se sintam partes e desenvolva Espírito de pertença à Comunidade.